A Garota no Trem é um livro pra distrair com suspense e reviravoltas

Publicado por em 18/10/2017 | Deixe um comentário

Livro A Garota no Trem, Paula Hawkins

Recomendo pra quem gosta de policial e quer uma narrativa pra espairecer

Livros são capazes de nos inquietar e até de mudar a nossa forma de ver algumas coisas. Mas tem horas que tudo que a gente precisa é de um livro é que seja capaz de nos envolver e de nos distrair.

Se a pegada é essa, eu recomendo a leitura de A Garota no Trem, o badalado policial de Paula Hawkins. A trama se tornou um filme que fez um certo estardalhaço nos cinemas tendo a Emily Blunt vivendo a protagonista Rachel.

Antes dele eu estava lendo o bate-papo cabeça Não Contem Com o Fim do Livro, transcrição de diálogos sobre cultura, livros e outros temas entre o escritor Umberto Eco e o cineasta Jean-Claude Carriére. De forma que meu ritmo de leitura entrou em modo “quase parando”.

Quando terminei, eu só queria ser capturada (tipo saudades da trilogia Millenium).

Baixas expectativas

Disseram que o começo do livro era moroso, que o final não atendia às expectativas e pelo jeitão do livro eu entendi que não era pra esperar muito. Sabe comédia romântica? É um gênero que eu amo, mas a gente sabe o que vai encontrar quando dá o play pra assistir a uma.

Então eu baixei minhas expectativas e foi a melhor coisa que poderia ter feito.

Leia mais

Tags deste post: , , ,

Nobel Kazuo Ishiguro tem uma obra relevante mesmo que você não soubesse

Publicado por em 6/10/2017 | Deixe um comentário

Imagina como deve ser incrível a sensação de ganhar um Prêmio Nobel de Literatura? Como aconteceu agora em 2017 com o escritor nipo-britânico Kazuo Ishiguro.

Pensa comigo: considerando o tempo de vida médio de 80 anos, concluímos que cada um presencia a nomeação de apenas 80 nomes em vida. É como 80 vestibulares pra concorrer, mas você só escorrega ficar competitivo lá pro 30º ano.

Kazuo Ishiguro - Nobel de Literatura 2017

Kazuo Ishiguro – Nobel de Literatura 2017

 

Se você for fenomenal, ainda assim disputa com milhares de outros bons escritores que estão se destacando na mesma época. É praticamente uma loteria (se você for mulher, pior ainda – apenas 14 mulheres ganharam esse troféu).

O problema é que quando li o nome do vencedor, simplesmente pensei: q u e m  é   e s s e ?

Pesquisei e decidi reunir aqui as principais informações (e algumas curiosidades) sobre o homem que ganhou os holofotes da Academia Sueca e que agora é visto como um dos gênios da literatura.

1.

É o escritor do livro Os Vestígios do Dia (1989), provavelmente a sua obra mais famosa. O livro ganhou o também prestigiado Man Booker Prize no ano de lançamento, e virou um filme muito bom. Leia o começo do livro aqui.

Filme Os Vestígios do Dia

Cena do filme Os Vestígios do Dia

 

Ele é um pouco como uma mistura de Jane Austen, comédia de costumes e Franz Kafka. Se você misturar isso um pouco, não muito, você tem a essência de Ishiguro”, concluiu a secretária da Academia, que citou ainda Marcel Proust.

Leia mais

Tags deste post: , ,

Doe livros para bibliotecas atingidas pelas enchentes em Pernambuco

Publicado por em 20/07/2017 | Um comentário

Simpatia do pessoal da Secretaria da Escola Dom Vital ao receber os livros.

Coisa mais triste é imaginar uma biblioteca cheia de estantes vazias. Ainda mais se essa biblioteca fica numa escola pública municipal ou estadual de uma cidade do interior.

Agora imagina milhares de alunos e professores de 240 escolas desse jeito. É o que aconteceu nas cidades da Mata Sul de Pernambuco atingidas pelas enchentes de maio.

Por isso a campanha Livro Solidário convoca eu, você, todos a colaborar para repovoar o acervo dessas bibliotecas. Vamos participar?

Fiquei muito feliz de poder doar uns 30 livros que estavam separados em casa esta semana, juntando alguns desapegos meus e muitas sobras do último Troca-Troca Menos1naestante. Obrigada a vocês que fizeram doações! <3

Leia mais

Tags deste post: , , ,

9 livros de escritoras mulheres que vão abalar a Flip 2017

Publicado por em 13/07/2017 | 2 comentários

Escritoras na Flip 2017

Finalmente eu vou realizar o sonho de conhecer a Festa Internacional Literária de Paraty, o evento no Rio de Janeiro que faz os meses de Julho serem sempre mais literários.

Pra mim vai ser um mundo novo, que eu tô ansiosa pra descobrir: a programação, a festa, os arredores, a cidade de Paraty. Mas o genial é que a edição da Flip 2017 vai ser propositalmente cheia de diversidade. Muitos escritores fora do mainstream estão na programação e a quantidade de escritoras mulheres é notável.

Por isso na última promoção da Amazon, decidi comprar uma escritora mulher que fosse estar nesta 15ª edição, mais especificamente o Írisz. As Orquídeas, da Noemi Jaffe.

E das minhas pesquisas, elegi 9 livros de mulheres que eu achei bem interessantes e que estarão com tudo na Flip 2017. Pra quem está procurando uma nova leitura, que tal apostar em um desses títulos?
 

1. Uma História Simples, de Leila Guerriero

A jornalista argentina Leila Guerriero viaja até um povoado de seis mil habitantes, no interior de seu país, com o objetivo de contar a história de um homem comum em busca de ser campeão numa dança típica. O livro é recomendado por Vargas Llosa.

Leia mais

Tags deste post: , ,

Criando um novo hábito: o meu é postar 2x por semana e o seu?

Publicado por em 11/07/2017 | 2 comentários

Escrevendo no blog e café

A leitura da vez é o livro Quanto Menos, Melhor, do Leo Babauta. E está sendo fantástico. Fico impressionada quando coisas tão óbvias ditas de outro jeito acessam a gente bem na jugular. É o caso desse livro curtinho e leve, porém bem rico.

De tal forma ele me pegou que resolvi escrever esse post pra cumprir um processo proposto pelo livro para a criação de um hábito. Vou explicar melhor.

O Leo Babauta acredita que o primeiro passo rumo a um novo hábito duradouro é se fazer valer do poder do menos. Ou seja, escolher 1 hábito de cada vez para implantar é fundamental. A estratégia proposta é de a aquisição do hábito ser um Desafio de 30 dias, seguindo esse passo a passo:

Leia mais

Tags deste post: , , ,

Hotel dos sonhos de todo leitor fica no Japão: Book and Bed Tokyo

Publicado por em 28/06/2017 | Deixe um comentário

Book and Bed Tokyo, o melhor hostel para leitores

Book and Bed Tokyo, o melhor hostel para leitores

Tem lugares tão incriveis que a gente encontra nessa internet de meu deus, que a vontade que dá é de colocar a vida em stand by, juntar os troquinhos da poupança, dar um até breve a todos e cair no mundo. Pra mim, um desses lugares é o Book and Bed Tokyo.

Então quando eu for no Japão, se eu não dormir pelo menos uma noite nesse hostel criado para apaixonados por livros, eu não fiz nada. 

A realidade é dura e não tenho nem previsão pra isso. Mas fiquei feliz de conhecer mais o lugar pelos olhos e impressões de Paulinha, a amiga de família japonesa que passa uns meses do outro lado do mundo sempre que pode.

Uma das coisas mais legais que Paulinha constatou é que, apesar de ter uma pegada design hotel, o valor da hospedagem lá é super acessível. Na ocasião, a diária deu cerca de R$ 150, o que é um valor bom comparado a acomodações similares em Tokyo. Se você tiver com toalha de banho, sabonete e shampoo, o preço pode ficar melhor ainda.

Leia mais

Tags deste post: , , ,

Comer, Rezar, Amar – cena de leitura e romance

Publicado por em 15/06/2017 | Deixe um comentário

Cena de Comer, Rezar, Amar

Comer, Rezar, Amar, da Elizabeth Gilbert, é um livro que eu sou doida pra ler. Como as comédias românticas que gosto de assistir. Só que o hype passou e até hoje eu nada. Consequentemente ainda não vi o filme.

Aí vejo essa cena e sinto que é hora de corrigir essa falha. Ler o livro e assistir ao filme. Como se não bastasse ser Julia Roberts e Javier Bardem, dois atores que amamos, o trecho começa com uma leitura de casal e é pura inspiração. A casa. A música. Os livros. <3

Para suspirar e se apaixonar. Dica de Adelmo.

Tags deste post: , , ,

[Resenha] O meu primeiro Saramago: O Conto da Ilha Desconhecida

Publicado por em 27/05/2017 | Deixe um comentário

O conto da ilha desconhecida, Jose Saramago

O Conto da Ilha Desconhecida, de Saramago, é um livro tão curtinho e tão fluido que mais parece um sonho. Um sonho, daqueles que envolve a gente por um bom tempo depois de acordar.

Foi o meu primeiro Saramago. Graças a Anne, a amiga que ficou indignada porque eu nunca tinha lido nada do escritor português. Então ela resolveu criar um projeto #leiasaramago especialmente pra mim, onde ela vai me guiando pela obra dele. Que privilégio, né? Eu tô apenas amando isso.

Pra Anne, é um ótimo livro pra começar a ler o escritor por três motivos: é um conto, é curto e por ser uma boa amostra da escrita do Saramago. E pra mim, que sempre fico admirando títulos perfeitos, o desse livro é um charminho a mais.

(…) dizia que todo homem é uma ilha, eu, como aquilo não era comigo, visto que sou mulher, não lhe dava importância, tu que achas, Que é necessário sair da ilha pra ver a ilha, que não nos vemos se não nos saímos de nós, Se não saímos de nós próprios, queres tu dizer, não é a mesma coisa.”

Leia mais

Tags deste post: , , ,
Página 1 de 7412345...Última »