Posts com a tag "recife"

Bons papos em torno da literatura contemporânea

Publicado por em 12/06/2012 | Deixe um comentário

Marcelo Rubens Paiva, José Castello e Ignácio de Loyola Brandão.

Logo depois da comoção do Dia dos Namorados, debates literários fervorosos prometem tomar o Recife, desta quarta-feira (13/06) a domingo (17/06). Quando escritores renomados e queridos estarão na cidade para participar da III Mostra Sesc de Literatura Contemporânea, simplesmente nomes como José Castello, Marcelo Rubens Paiva, Adriana Falcão, Viviane Mosé e Ignácio de Loyola Brandão.

O tema é daqueles que abraça qualquer tema, como deve ser: Literatura: Territórios/ Interfaces/ Conexões / Diálogos possíveis. A dica é participar da oficina de roteiro para cinema, de Alice Gouveia, ou da desconstrução do processo de criação, encabeçada por José Castello.

Para quem trabalha oito horas, como eu o/, a festa começa na quinta-feira (14/06), às 20h10, numa conversa com Ignácio de Loyola Brandão, mediada por Homero Fonseca, no Salão de eventos do SESC Santa Rita. E segue adiante: Adriana Falcão na sexta-feira, Francisco Alvim no sábado, Marcelino Freire e Marcelo Rubens Paiva no domingo. Tudo acontece ora no Sesc Santa Rita, ora na Livraria Cultura.

 

A PROGRAMAÇÃO

Leia mais

Tags deste post: , , , , , , , , , , ,

O cara que transformou uma boca de fumo em biblioteca

Publicado por em 3/02/2012 | Deixe um comentário

Cacau Gomes achou um livro de Cecília Meireles no lixo, aos 12 anos, e entrou de vez no mundo da poesia. Depois veio Manuel Bandeira, Carlos Drummond de Andrade. Ficou encantado em meio à sua realidade difícil: morador de extintas palafitas, na comunidade de Brasília Teimosa.

Trabalhou de pedreiro e office boy, o que pode para se virar. Enquanto isso, alimentou um sonho ao longo de 15 anos, fazendo poesia e juntando obras, ora comprando quando podia, encontrando no lixo: “Literatura, rapaz, aqui no Brasil é lixo, né?”. Até que abriu as portas de casa para receber as pessoas da comunidade que queriam ler.

A demanda foi aumentando e ele conseguiu comprar um espaço à esposa de um traficante, que tinha sido assassinado. Hoje a Livroteca Brincante do Pina é referência, é um ponto de leitura do Ministério da Cultura, motivo de transformação para as pessoas, esperança para muitas crianças. É essa a história que o vídeo conta, vale a pena ver.

A imagem não está boa. Mas quem se importa?

Tags deste post: , , , , , ,

Porque todo mundo merece uma biblioteca

Publicado por em 20/08/2010 | Deixe um comentário

Banner-1

Meus amigos do colégio estranhavam o lugar onde eu gostava de passar boa parte do recreio: a biblioteca. Enquanto uns iam jogar, outros, bater papo e outra parte, paquerar, era lá que eu gostava de me enfiar quando aparecia um horário vago. Também era frequentadora assídua da biblioteca do clube, estava sempre com algum título emprestado.

Não tenho dúvidas de que esse período entre a pré-adolescência e a adolescência foi a época em que eu mais li livros na vida.

A coleção Vagalume foi a minha obssessão, com suas obras de suspense – eu a li quase inteira. Mas odiava os de temáticas diferentes como As Aventuras de Xisto ou A Árvore que Dava Dinheiro. Li alguns da Agatha Christie, Monteiro Lobato, Machado de Assis, enfim. Além de me ajudar a passar pelos conflitos da adolescência, a literatura me fez aprender muitas coisas com naturalidade.

E certamente foi determinante na minha decisão de ser jornalista.

Criança folheando livro

Então, com meu humilde blog, faço coro com o bloguinaço que começou nessa quinta-feira, em prol da recuperação de oito espaços que fazem parte da Rede de Bibliotecas Comunitárias da Região Metropolitana do Recife. É uma iniciativa de um grupo de escritores e blogueiros, que lançaram nessa quinta a campanha Pra Gostar de Ler é Preciso Bibliotecas Vivas.

O foco é melhorar a infraestrutura de quatro espaços no Recife (Coque, Afogados, Alto José Bonifácio e Brasília Teimosa), três em Olinda (Ouro Preto, Bairro Novo e Peixinhos) e uma em Jaboatão dos Guararapes (Piedade). Elas precisam desde mobiliário (mesas, cadeiras, estantes) a equipamentos eletrônicos (computador, som, aparelho de DVD). Para ajudar, você pode:

Depositar dinheiro na Caixa Econômica Federal
Conta Corrente: 544-5
Agência: 2193 / OP: 003

OU

Telefonar oferecendo doações em bom estado ou trabalho voluntário
(81) 3244.3325 / 8850.5507

Foto de Patrícia Oliveira

Tags deste post: , , ,

Pela crítica literária, arquibancadas cheias

Publicado por em 15/04/2010 | Deixe um comentário

São pouquíssimas as oportunidades que surgem no Recife para discutir literatura, por isso achei o projeto O Laboratório (que tem perfil no Twitter) uma iniciativa louvável. Ontem, rolou o primeiro de vários encontros que vão ocorrer toda segunda terça-feira de cada mês, com foco na atividade da crítica.O melhor é que o Teatro Apolo Hermilo, no Bairro do Recife, ficou cheio – faltou lugar nas arquibancadas – e o clima intimista do espaço favoreceu a troca de ideias. Para quem não foi, conto um pouco.

Crítica para quê? Era a pergunta-proposta do encontro. “O crítico é alguém que leva a pensar, a refletir, a criar gostos. O crítico é alguém que cria gostos”, disparou o professor de Literatura da UFPE, Anco Márcio Tenório, convidado junto com Schneider Carpeggiani, repórter de cultura do Jornal do Commercio e editor do suplemento Pernambuco.

Foto de Aleksandr Slyadnev

Mais do que a pergunta proposta, o assunto recorrente foi a falta de espaço para a crítica literária na imprensa – fato. Alguém da plateia citou os textos longos da época em que o poeta Alberto da Cunha Melo era editor do Jornal do Commercio. Mas eu lembro bem num passado mais recente das páginas inteiras que o Diario de Pernambuco dedicava ao assunto, com matérias de Mário Hélio que eu adorava ler.

Essa história sempre entra naquela discussão do “ovo e da galinha”: é o leitor que não se interessa ou o jornal que não dedica espaço? Representante da mídia ali, Schneider apontou como agravantes o pouco interesse dos próprios jornalistas em literatura e as escolhas editoriais que naturalmente priorizam cinema e música.

Leia mais

Tags deste post: , , ,
Página 2 de 212