Posts com a tag "música"

Sobre previsibilidade

Publicado por em 6/04/2012 | Deixe um comentário

“Dexter expirou pelo nariz e se ajeitou na cama, examinando o mal-ajambrado [<3] quarto que ela aluga, sabendo com absoluta certeza que em algum lugar entre aqueles cartões-postais e cartazes de peças de teatro alternativo haveria uma fotografia do Nelson Mandela, como uma espécie de namorado ideal que só existe no mundo dos sonhos. Já tinha visto muitos quartos como aquele nesses últimos quatro anos, espalhados pela cidade como a cena de um crime, quartos onde nunca se estava a mais de dois metros de um disco da Nina Simone. Embora raramente tivesse visitado duas vezes o mesmo quarto, tudo era muito familiar.”

Nina Simone

Em Um Dia, de David Nicholls, Dexter acha a postura de Emma e de muitas garotas descoladas previsível. E tantas vezes as pessoas se acham tão originais, mas não têm como fugir a certos clichês. Mas se pra curtir algo que faz bem, como uma boa música de Nina Simone, a gente se torna comum, que mal tem?

Bom, estou amando o livro.

Tags deste post: , , , , , ,

Só pela liberdade

Publicado por em 12/03/2012 | Deixe um comentário

Para terminar a semana e começar a outra, eu queria saborear o gostinho de compartilhar uma música que eu gosto no meu blog, sem ter que pagar R$ 300 por isso, ainda mais pra um órgão que não presta contas do rumo dessa grana.

Para quem não acompanhou, o Ecad enviou cobranças para vários blogueiros simplesmente porque eles embedaram vídeos com música nos seus blogs. Depois chegou o Google e deu um “cala a boca, mané” que a cobrança é indevida. Achei foi pouco, como naquele bloco de Carnaval.

Tags deste post: , , , ,

A música de Lisa e o livro pop up

Publicado por em 13/02/2012 | Deixe um comentário

Não é um curta, não é o vídeo de uma livraria, nem uma grande história da vida real nem um pedaço de uma série antiga. É o novo clipe da cantora irlandesa Lisa Hannigan para a canção Lille, que tive o prazer de conhecer agora. A voz dela é linda, a música, idem. O clipe todo é ela “folheando” esses livrões pop up, que contam uma história sincronizada com a da música. Os livros são obras de Jamie Hannigan e Maeve Clancy.

Pra ver e rever. Modo muito justo de encerrar o domingo começar a semana.

Tags deste post: , , , , , ,

Troca-troca de livros usados @aprancheta no Coquetel Molotova

Publicado por em 14/10/2011 | Deixe um comentário

A Prancheta no Coquetel Molotov

Aos 45 minutos do 2° tempo (como se eu gostasse de futebol), passo aqui para convocar os leitores queridos que moram no Recife para o No Ar Coquetel Molotov. Fora a programação legal de música (sendo essa a minha preferida), tem uma coisa especial: o stand do parceiríssimo blog A Prancheta, cheio de gente bonita e talentosa fazendo e acontecendo no festival.

Vai ter concurso de moda, entrevistas, enquetes, cinema, pranchetas customizadas, um monte de coisa legal. Mas uma especial é que teremos um troca-troca de livros usados, algo comum no sul do país, mas bem raro nas bandas de cá. Então? Ótima oportunidade para compartilhar boas leituras. Quero ver se Recife é uma cidade receptiva para isso.

De quebra, ainda dá para ganhar esses marcadores de página lindos, inspirados nos headers do blog.

Marcadores de página - Blog A Prancheta

O No Ar Coquetel Molotov acontece nesta sexta e sábado, 14 e 15 de outubro, no Teatro da UFPE. Eu estarei por lá. :)

Tags deste post: , , , , , , , ,

A quarta-feira

Publicado por em 8/10/2011 | Deixe um comentário

Foi na quarta-feira à noite que eu abri o A Prancheta, e vi um post do Gazatti, falando da Hindi Zahra. Nunca, nunquinha tinha ouvido falar nela. Quando dei o play, a música me envolveu de um jeito que há de ser um daqueles pequenos momentos que eu nunca vou esquecer. Sabe como é? A voz, a letra, o violão, o vídeo, tudo perfeito no momento ideal. Os livros de pano de fundo no vídeo, moldando o clima estava-sentada-no-sofá-de-casa-e-resolvi-cantarolar, eram a desculpa que eu precisava para compartilhar aqui.

♫ come to the world
and baby let me show yout things
cause time is running and we can loose ♫

E ao me referir ao momento ideal, isso inclui a morte de Steve Jobs, que me inseriu num clima coletivo de reflexão. Pela própria estranheza da morte, pela comoção no mundo, pela perda de uma mente genial que ajudou a aprimorar objetos e serviços que fazem parte do meu dia, todo dia. Mas principalmente pela sensação esquisita de lamentar tanto a morte de alguém tão distante. Sei lá, essas coisas da modernidade.

‎”Lembrar que estarei morto em breve é a ferramenta mais importante que já encontrei para me ajudar a tomar grandes decisões. Porque quase tudo – expectativas externas, orgulho, medo de passar vergonha ou falhar – caem diante da morte, deixando apenas o que é importante. Não há razão para não seguir o seu coração.” Steve Jobs

Bom, mas voltando… a Zahra, que é radicada em Paris, é uma das atrações do Festival No Ar Coquetel Molotov, próximo fim de semana. E o melhor? Entre os shows gratuitos, na Sala Cine UFPE, no sábado (15/10), a partir das 17h.

Tags deste post: , , , , ,

Biblioteca Coca-Cola

Publicado por em 15/05/2011 | Um comentário

Eu sou totalmente vendida para tudo relacionado a coca-cola, café e livros. E, nada imparcialmente, eu acho que a cafeína em todas essas formas tem tudo a ver com o ato de ler. O vídeo tem adolescentes e stop motion num flerte em plena biblioteca, com a felicidade da Coca-Cola. Lindo, criativo, babei. Dica da Rafa Sarinho.

Tags deste post: , , , , , , ,

Boa música, mal não faz

Publicado por em 18/04/2011 | Deixe um comentário

E lá se foi um fim de semana. Enquanto muita gente estava descansando, eu corri tanto para dar conta das coisas com as quais me comprometi. E nada como encerrar o domingo assim, com uma boa música, com Billie Holyday. Peguei da querida Anne Durey.

Tags deste post: , , ,

O demônio do ritmo

Publicado por em 19/11/2010 | Um comentário

“O jazz tocava… Vasco via o mulato do saxofone, suado, com a cara reluzente, os olhos doidos, possuído do demônio do ritmo, gingando, tocando com os pulmões, com os olhos, com o corpo inteiro.”

Saxofone. Foto: Elisabeth D’Orcy

Recorte de Um Lugar ao Sol, de Érico Veríssimo, registrado no bloquinho. Será que esse mulato estava tocando um The Dave Brubeck Quartet? Porque se fosse, acho que eu me apaixonava.

Foto do Flickr da Elisabeth D’Orcy

Tags deste post: , , , ,
Página 1 de 212