Posts com a tag "machado de assis"

Dia das Mães: 9 livros para fazer sua mãe voltar a ler

Publicado por em 8/05/2015 | 2 comentários

Dia das Mães #menos1naestante

As chances de você, lendo este post, ainda não ter escolhido um presente para a sua mãe são enormes, de acordo com todas as pesquisas sobre os hábitos de última hora dos brasileiros. Ainda nem sabe que objeto vai complementar o combo abraço forte  + “eu te amo, mãe” que ela merecia todos os dias. Talvez você seja completamente contra a data comercial, e vou entender suas razões. Mas sou dessas que adora ganhar e dar presentes, e pra mim Dia das Mães é só aquela desculpa bem registrada no calendário. Ainda mais se há uma missão especial: fazer sua mãe voltar a ler.

Pensando nisso, convoquei a comunidade #meno1naestante no Facebook e Instagram para criarmos essa lista de 9 livros AMADOS por mães de leitores Brasil afora (obrigada, seus lindos!). Alguns já vêm com selo de eficiência testado em reavivar o hábito de leitura nessas mulheres-maravilha que fazem milagres diários para cuidar de tudo e de todos. <3

Então, topa dar uma história incrível pra a sua mãe?

Continue lendo as dicas

Tags deste post: , , , , , , , , , ,

Wikipost #2: um beijo de cinema no livro

Publicado por em 14/04/2013 | 2 comentários

Foto de Druples

Dia 13 de abril é o Dia Internacional do Beijo, e quem passa pela internet nesta data não tem como esquecer. Pedi aos leitores do Facebook trechos de livros com cenas de beijo, e apareceram algumas bem legais, o que me deu a ideia de abrir o segundo wikipost.

Ou seja, começo com as cenas de beijos abaixo, e se você quiser participar, é só colocar um trecho de livro (nome e autor do livro) nos comentários, ou mandar pelo Facebook, Twitter ou e-mail marcia@menosumnaestante.com. Vamos nos inspirar! Saiba mais sobre os wikiposts aqui.

Enfiou a mão pelos cabelos dela, retirou-lhe os grampos e, deixando-os cair sobre a gola bordada e sobre o rosto, alisou seus longos anéis com as mãos tremulas. Levantou-se, sustentando-a em seus braços, nunca imaginara a força das mãos de Uther. Atravessando o quarto, ele deitou-a na cama. Ajoelhando-se ao seu lado, inclinou-se e beijo-a novamente.”
As Brumas de Avalon – A Senhora da Magia, de Marion Zimmer Bradley | Dica de Paula Alvarez

“Não quis, não levantou a cabeça, e ficamos assim a olhar um para o outro, até que ela abrochou os lábios, eu desci os meus, e…”

Dom Casmurro, Machado de Assis (o primeiro beijo de Bentinho e Capitu), dica da Regina Trindade.

Wikiposts anteriores:
>> Wikipost #1: um personagem pra chamar de amigo

Photo Credit: DRUPLES via Compfight cc

Tags deste post: , , , , ,

Woody Allen indica: os cinco livros preferidos

Publicado por em 2/05/2012 | 4 comentários

Woody Allen

Estamos no quinto mês do ano, e daqui a pouco acaba o primeiro semestre. Um pouco de terrorismo para perguntar sobre aquela lista de livros que você prometeu ler em 2012. Ainda está de pé? Sobre a minha, se fosse uma competição, eu perderia fácil, mas continuo jogando. E se você está meio perdido sobre o que ler agora, que tal o top 5 do mestre Woody Allen? Você pode até não gostar dos filmes dele, mas que ele tem super bom gosto – vide referências nos filmes -, ninguém pode negar. Dá uma olhada nos preferidos dele.

1. The Catcher in the Rye, de JD Salinger (1951)
2. Really the Blues, de Mezz Mezzrow and Bernard Wolfe (1946)
3. The World of SJ Perelman (2000)
4. Memórias Póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis (1880)
5. Elia Kazan: A Biography, por Richard Schickel (2005)

Outra opção é ir na seção Indico do Menos um na estante, com posts sobre livros que eu e colaboradores recomendamos. ;)

Do The Guardian.

Tags deste post: , , , , , , , , , ,

Isto não é romance em que o autor sobredoura a realidade

Publicado por em 27/10/2010 | Deixe um comentário

“Não digo que já lhe coubesse a primazia da beleza, entre as mocinhas do tempo, porque isto não é romance, em que o autor sobredoura a realidade e fecha os olhos às sardas e espinhas; mas também não digo que lhe maculasse o rosto nenhuma sarda ou espinha, não. Era bonita, fresca, saía das mãos da natureza, cheia daquele feitiço, precário e eterno, que o indivíduo passa a outro indivíduo, para os fins secretos da criação.”

Flower Head. Foto: Vincent vonSchnauzer

Tirei do bloquinho de trechos literários. Anotações antigas de quando li o clássico: Memórias póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis.

Foto do Flickr de Vincent vonSchnauzer.

Tags deste post: , , ,