Posts com a tag "livros usados"

Muito melhor agora (ou o marcador de livros surfista)

Publicado por em 5/07/2012 | 3 comentários

Marcador de livros surfista

Sabe aqueles 10 minutos que você vai tirar pra tomar um café e comer uma bolacha? Ou a hora do almoço, ou qualquer pausa vai ficar mais feliz com esse curta da produtora Salon Alpin, dirigido por Philipp Comarella e Simon Griesser. O principal personagem de Much Better Now é um marcador de livros, preso numa calhamaço esquecido num quarto abandonado. Até o dia em que uma ventania muda a ordem das coisas e ele descobre a delícia que é viajar surfando nas páginas do livro.

Much Better Now from Salon Alpin on Vimeo.

Qualquer analogia com os livros e seus donos não é mera coincidência. A sensação de quando a gente tira aquele livro da poeira, do mofo, de estar fechado por trocentos anos e descobre as coisas maravilhosas que tinham ali dentro, isso influencia no que somos e fazemos. Vejam. E se amarem, não percam o making of.

Vi no Likecool. Dica de Dulce e Diogo.

Tags deste post: , , , , , ,

São Paulo: livros em bares e locais subterrâneos

Publicado por em 19/06/2012 | 5 comentários

Entrada do Passagem Literária

Passei uns dias em São Paulo há algumas semanas e acabei conhecendo dois lugares livrescos bem legais. O primeiro foi o sebo Passagem Literária, peculiar pois fica na passarela subterrânea da estação Consolação, para quem precisa cruzar a avenida. No caminho, tem um sebo. Ainda assim, nesse ponto estratégico, a impressão é de que pouca gente o conhece. Na objetividade paulistana, poucos param e menos ainda compram.

Talvez por isso o dono do sebo, um senhor barbudo, tenha se mostrado um pouco hostil quando cheguei com uma amiga fotografando e mexendo nos livros (ok, deve ser bem complicado manter o controle sobre todas aquelas pilhas em meio a tanta gente passando). Passei algumas horinhas fuçando, pegando, folheando, abrindo, fechando, recolocando no lugar, amolegando. Gostei de muita coisa, títulos em bom estado, mas achei os preços salgadíssimos. Preços de novos por aqui, ou pior.

Até que cheguei a uma capa linda, e era um Nabokov: Fogo Pálido, por R$ 15. Nunca tinha ouvido falar na obra, mas o autor e a capa definiram a compra. Para completar o combo, perguntei pelo Lolita e tinha, por R$ 18 que viraram R$ 15 nas mãos do senhor barbudo, agora sem réstias de hostilidade. Inclusive ele começou a me babar tanto, que até deu lencinhos umedecidos pra eu limpar as mãos da fuligem-de-avenida-paulista-com-metrô, que abraça os livros e não tem limpeza que dê jeito. Mas fiquei me perguntando: será que foi só porque eu ia comprar ou porque ele ama Nabokov?

Pelo que ele me explicou, o sebo abriu há uns seis anos, mas acabou passando quase cinco fechados por falta de incentivo. Reabriu há pouco. Nas paredes, sempre há exposições de artes plásticas e afins, e isso é um compromisso assumido pelo Passagem Literária. O legal é que depois que Diogo viu minhas aquisições, disse que Fogo Pálido era um dos melhores livros da vida dele e eu tive certeza de que fiz um bom negócio.

Mercearia São Pedro: com Paulinho

O outro lugar foi o Mercearia São Pedro, um bar agradável na Vila Madalena. Em boa parte do espaço, normal, com mesas e cadeiras, pessoas descoladas e um toque olindense. Na outra área, tem a mercearia e no meio dela, um monte de estantes com livros novíssimos prontos para serem comprados. O engraçado é que os títulos também são caros, apesar do lugar e da apresentação malajambrada. Só pode ser um raciocínio turístico.

Não importa tanto porque com eles à disposição, o Mercearia São Pedro ganha um charme todo especial, complementado com pasteis saindo na hora, cerveja gelada e boa música. Na minha opinião, os livros deviam ter mais espaços assim, bem perto de cerveja, petiscos, música e gente.

Agradecimentos especiais a Keila, Marta e Paulinho, por me apresentarem a esses lugares e/ou pousarem lindos nas minhas fotos. Sem eles, esse post não existiria.
Sebo Passagem Literária
Rua da Consolação, esquina com a Avenida Paulista.
De segunda a sexta, das 7h às 22h, sábados, domingos e feriados, das 10h às 22h.

Mercearia São Pedro
Rua Rodésia, 34 – Pinheiros – São Paulo, 05435-020
11 3815-7200

Tags deste post: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Troca-troca de livros usados @aprancheta no Coquetel Molotova

Publicado por em 14/10/2011 | Deixe um comentário

A Prancheta no Coquetel Molotov

Aos 45 minutos do 2° tempo (como se eu gostasse de futebol), passo aqui para convocar os leitores queridos que moram no Recife para o No Ar Coquetel Molotov. Fora a programação legal de música (sendo essa a minha preferida), tem uma coisa especial: o stand do parceiríssimo blog A Prancheta, cheio de gente bonita e talentosa fazendo e acontecendo no festival.

Vai ter concurso de moda, entrevistas, enquetes, cinema, pranchetas customizadas, um monte de coisa legal. Mas uma especial é que teremos um troca-troca de livros usados, algo comum no sul do país, mas bem raro nas bandas de cá. Então? Ótima oportunidade para compartilhar boas leituras. Quero ver se Recife é uma cidade receptiva para isso.

De quebra, ainda dá para ganhar esses marcadores de página lindos, inspirados nos headers do blog.

Marcadores de página - Blog A Prancheta

O No Ar Coquetel Molotov acontece nesta sexta e sábado, 14 e 15 de outubro, no Teatro da UFPE. Eu estarei por lá. :)

Tags deste post: , , , , , , , ,
Página 2 de 212