Posts com a tag "livro digital"

E-books na ótica de Pedro Herz

Publicado por em 17/12/2011 | 2 comentários

O dono da Livraria Cultura, Pedro Herz, fala um pouco sobre o negócio do livro digital nesse vídeo da TV Folha. A desculpa é a provável chegada da Amazon no mercado brasileiro. Interessante saber como pensa o comandante da maior rede de livrarias do País.

Herz lembra que começou a vender e-books há 1 ano e meio: “A Livraria Cultura, ela continuará vendendo conteúdo. A mídia, o leitor que escolhe”. Apesar dessa visão aberta, ele acredita que o negócio ainda vai demorar pra engatar. O fato de as vendas de e-books na rede não corresponderem nem a 1% do total de livros certamente influencia essa visão.

Dica ótima de Filipe Freitas.

Tags deste post: , , , , , , ,

E-books ou livros em papel: quem lê mais?

Publicado por em 10/11/2011 | 5 comentários

Infographic: The Rise of E-Readers

A pergunta é boa, e a partir dela a GOOD e a Column Five fizeram uma parceira para obter uma resposta nos EUA, que veio em forma de infográfico. Quem lê mais? Os que preferem livros em papel ou os que possuem e-readers? De uma forma geral, o segundo grupo se saiu BEM melhor.

Entre as pessoas que leem menos de 1 livro por ano, apenas 1% usa e-reader, enquanto 22% não usa. Ao investigar o grupo que consome mais livros, tipo o dos leitores que chegam a finalizar entre 11 e 20 obras por ano, a pesquisa indica que 34% deles adotaram os leitores eletrônicos, e só 19% não consome e-books.

Os leitores digitais também ganham numa proporção parecida quando a pergunta é “quem compra mais livros?”. O infográfico completo e com detalhes pode ser visto no link original, dica de Dulce.

Gostaria de saber: vocês acham que possuindo um e-reader, leriam (ou leem, se já têm) mais?

Tags deste post: , , , , ,

Booktrack: leitura com trilha sonora e sonoplastia

Publicado por em 24/10/2011 | Deixe um comentário

Vez ou outra, algo me lembra que a discussão sobre o futuro do livro é bem mais sinuosa do que as duas vertentes em que tentam enquadrá-la: a) o livro será digital, b) o livro será impresso e digital. Quando Adelmo me mostrou esse post do Nós Geeks, foi um desses momentos.

E se o livro se tornar algo completamente diferente? O projeto Booktrack transforma a leitura numa experiência multimídia, só que que de uma forma bem particular. A leitura é realmente sincronizada com a música. A trilha sonora é pensada de acordo com cada momento da obra. E ainda há sonoplastia: passos, chuva, portas.

Há booktracks disponíveis para iPhone e iPad, e logo terá para Android. Todos em inglês. Baixei o Sherlock Holmes free no iPhone e achei particularmente fantástico. Você vai indicando em que palavra está e a trilha sonora volta, e com o tempo o app capta o seu ritmo de leitura.

Booktrack

Vale ler o post original, ver o vídeo acima, visitar o site do projeto e abrir a cabeça.

Mais sobre livros digitais.

Tags deste post: , , ,

A resistência

Publicado por em 20/09/2011 | Deixe um comentário

"É um livro", de Lane Smith

Parece que essa cena é tendência, não é? Dica boa da @lbrainer.

Atualização: Eu nem sabia, mas a @caroltlima me mostrou que essa cena é só parte do É um livro, de Lane Smith, um livro infantil super bonito e premiado.

Tags deste post: , , ,

Silvio Meira: “Livro de papel: compre logo, antes que acabe”

Publicado por em 1/05/2011 | Deixe um comentário

Cartoon de Ed Stein

via smeira.blog.terra.com.br

Expert em tendências, tecnologias, professor da UFPE, entre outras coisas, Silvio Meira postou no blog dele, Dia a dia, bit a bit, um artigo muito interessante abordando a discussão sobre o final ou não do livro em papel. Ele acredita que, quando a experiência de leitura de um e-book chegar mais perto da de um livro tradicional – com anotações, rascunhos, marcações, compartilhamento, etc. -, esse fim será iminente.

Interessante que num primeiro momento, anotar, ler, emprestar um livro físico parece bem mais simples do que fazer isso num equipamento eletrônico. Ele chama atenção para o seguinte fato: para que a gente faça isso existe uma cadeia de produção muito complexa e cara por trás, que começa na exploração de madeira e termina na difícil relação com as livrarias, passando por impostos, gráficas, e tudo o mais.

Embora faça sentido, eu acredito mais que o consumo do livro em papel será tranformado, sim. Repensado. Como os filmes 3D. A tecnologia está aí, evoluindo, mas muitos diretores não precisam que seus filmes sejam em terceira dimensão. Muitos livros vão atender a demanda apenas como e-books, outros vão valer um trabalho mais apurado de impressão. Se surgem opções, surgem escolhas.

Bom, mas o fato é que o artigo de Silvio Meira é leitura obrigatória para quem está acompanhando a questão.

Tags deste post: , , , , ,
Página 2 de 212