Posts com a tag "ira levin"

Balanço de fim de ano, ambições para 2011

Publicado por em 7/01/2011 | 2 comentários

Abri este espaço há quase 9 meses. Como tudo que é bom, passou tão rápido que nem senti ser tanto. Para marcar o fim do ano começo de 2011, custa nada fazer um balanço do que eu li desde que comecei o Menos um na estante. Afinal, esse blog é em primeiro lugar um projeto egoísta de estímulo à minha leitura, e logo em seguida objetiva incentivar o hábito de todos ;)

Livros lidos em 2010

Nessa brincadeirinha de números, não tem nem graça a quantidade ínfima de títulos que apreciei. Literatura e internet como ferramenta de trabalho são coisas que não nasceram para combinar. Mas a gente força e vai conseguindo, driblando. Teria até vergonha se já não houvesse um pequeno avanço e a consciência de que é um passo atrás do outro.

Todo o fôlego para 2011! Será preciso, pois abaixo estão só as últimas aquisições de fim de ano: uns ganhei de presente, outros o próprio dinheiro me deu. Com algumas mudanças na vida, espero dar mais conta. Se não tivesse às voltas com uma monografia de pós-graduação, traçaria até algumas metas, como a escolha de um clássico. Mas para quê criar objetivos irreais, não?

Livros para 2011

E você, quais foram as aquisições de fim de ano? Quais são as metas de leitura para 2011? Quero saber.

Tags deste post: , , , , , , , , ,

Quando uma ficção científica nazista não é bem uma ficção

Publicado por em 24/04/2010 | 2 comentários

A tarefa de casa da pós-graduação era escrever uma resenha sobre um produto cultural de um estrangeiro que abordasse o Brasil, a fim de avaliar a relação entre cultura global e cultura local. Decidi logo que seria um livro, pelo projeto #menosumnaestante. E depois de uma consulta aos universitários e algumas opções em mãos, escolhi Os Meninos do Brasil, do norte-americano Ira Levin.

Até quase a metade das páginas, eu pensei que o máximo que ele renderia, além do trabalho, seria um post sobre como é ruim se descobrir lendo um livro ruim. Afinal, eu saí de um Gonçalo M. Tavares. Mas no meio do caminho, a história me capturou e vi que não poderia ser tão injusta. Os Meninos do Brasil não é boa literatura: para vocês terem ideia, costumo anotar num caderninho trechos marcantes das obras, e dessa eu não anotei uma linha. Mas é uma história de ficção científica bem escrita.

No Brasil da década de 70, um médico nazista reúne um grupo de ex-oficiais de Hitler para cumprirem a missão de matar 94 homens de 65 anos em vários países da Europa. É a primeira fase de um plano para instaurar o IV Reich. Pistas dele chegamao judeu “caçador de nazistas” Liebermann, que é o Sherlock Holmes da história. Se não quer saber o final do livro, pare por aqui.

Leia mais

Tags deste post: , , ,