Posts com a tag "biblioteca"

Novo cantinho de livros e outras coisas

Publicado por em 22/07/2013 | 2 comentários

Cantinho de livros

Mudar de casa é uma coisa intensa. Vai consumindo, consumindo, quando dei por mim fazia um tempão que tinha escrito no blog. A gente passa a ter mais noção da quantidade de coisas que tem quando tem que tirá-las, uma por uma, de um lugar para levar para outro. Foi tanto para arrumar, pra deixar do jeito certo, pra experimentar. Precisei me dedicar a essa fase e agora estou voltando, aos pouquinhos.

A novidade é que agora tenho uma nova estante. Quem acompanha o Instagram do @menos1naestante, viu o vídeo da desmontagem. É outro lugar para a leitura – essa atividade que também ficou parada para mudanças. Agora é  lá que pretendo viajar mais de pé no chão. E blogando tudo. E vocês, o que têm feito?

Foto daqui.

Tags deste post: , ,

Entrega em domicílio: locadora de livros no Recife

Publicado por em 17/10/2012 | 11 comentários

Let ideas compete

Enquanto as locadoras de DVDs estão fechando, quem mora no Recife, Olinda e Jaboatão tem à disposição um serviço de aluguel de livros. Você escolhe o título que quer pelo site da Loc Livros, e eles entregam na sua casa ou no trabalho, e depois vão buscar. O orgulho é grande de ver coisas tão legais assim na minha cidade, viu?

Dei uma olhada no site, e o acervo é bom, encontrei rápido muita coisa que eu alugaria. Também achei os preços interessantes. Para passar a semana, você paga R$ 3 (Recife) ou R$ 4 (Olinda e Jaboatão), e cada dia de atraso custa R$ 0,50. Só não dá para enrolar na leitura, porque cada livro fica com o cliente por no máximo um mês.

O negócio é da admnistradora de empresas Célia Leal, que viu o filão e decidiu investir. Na matéria, ela conta que está sempre ligada nos lançamentos e nos best-sellers, para não faltar as novidades para os leitores. É isso aí.

Foto de Let ideas compete.

Vi aqui. Dica de Anizio.

Curte o Menos um na estante? Então vote no Prêmio Top Blog 2012.

Tags deste post: , , , , , , ,

Bookyard: algo como o paraíso dos leitores

Publicado por em 31/08/2012 | 4 comentários

Bookyard na Bélgica

Bookyard // Foto: Stijn Hosdez

Bookyard // Foto: emmapatsie

No meu paraíso, teria uma biblioteca ao ar livre assim. Só que num parque ainda mais bonito, e em estantes ainda mais encantadoras. Mas a que você vê na foto é de verdade, e isso é o que vale. A obra do artista italiano Massimo Bartolini, em Ghent, na Bélgica, desperta em todo o leitor o desejo do teletransporte.

O nome da biblioteca montada até 16 de setembro é Bookyard, e faz parte festival de arte TRACK. E o melhor é que os visitantes podem pegar emprestado ou comprar os livros das prateleiras repletas. Devia ou não devia ser permanente?

Dica de Lívia. Foto de designboom, Stijn Hosdez e emmapatsie .

Tags deste post: , , , , , ,

Pequenas (e fofas) bibliotecas gratuitas

Publicado por em 3/07/2012 | 2 comentários

Little free library 1

little freelibrary 02         Little Free Library 03

O projeto Little Free Library é uma fofura. E mas do que isso é uma linda iniciativa de democratização do livro. As pessoas constróem nos seus jardins pequenas cabines como essas e as enchem de títulos, que ficam disponíveis pra quem quiser pegar um. Devem ser devolvidos depois da leitura pra que outras pessoas curtam. O slogan é “Take a book, return a book”.

A primeira Little Free Library foi construída por  Todd Bol, em Wisconsin, EUA, no ano de 2009, como homenagem à mãe, que era professora. Desde então, não é uma nem dez, são mais de 1.500 dessas “bibliotecas de jardim” espalhadas pelo mundo, mais especificamente em 20 países. Além de promover o amor à leitura, e de unir pessoas muito diferentes  na construção das estruturas, o projeto teve um desdobramento muito legal. O GIFT (Give It Forward Team) é uma equipe que apóia a construção das mini-livrarias em comunidades que não podem bancá-las.

Há um mapa no Google Maps que reúne as iniciativas pelo mundo, a maioria está nos Estados Unidos.

Little Free Library no Google Maps

Então o primeiro pensamento é: isso não daria certo no Brasil. Tenho minhas dúvidas, sempre corre o risco absurdo da casinha ser pichada ou depredada, mas ainda assim acho que vale a pena. Para provar o contrário, o dono do Livros e Afins decidiu trazer o projeto pra o Brasil, e criou uma minibiblioteca livre em Curitiba. Tudo indica que o projeto vai de vento em popa por lá.

Minibiblioteca em Curitiba

Fica a dica pra gente, pra mim, pra você, movimentar uns pauzinhos, unir forças (um marceneiro, alguns amigos, iniciativa privada) e ir espalhando essa ideia.

Vi aqui informações e as três primeiras fotos. Dica da leitora Lívia Machado.
Foto da minibilioteca de Curitiba daqui.

Tags deste post: , , , , , , ,

20 bibliotecas para admirar

Publicado por em 1/03/2012 | Um comentário

Biblioteca criada pelo escritório de arquitetura Ilai - Foto: Lukas Wassmann

via flavorwire.com

Fotos de ambientes lindos com livros, definitivamente, não me cansam. Então na série de listas impagáveis do Flavorwire, apareceu essa de 20 bonitas bibliotecas pessoais e particulares. Lá, tem a biblioteca de George Lucas e a de Neil Gaiman, por exemplo. As minhas preferidas são sempre as que juntam uma vista prazerosa (de mar, de floresta, de paisagem) e um lugar confortável pra se afundar com um livro, como essa poltrona aí em cima.

Como é o seu ambiente preferido?

Via Tarrask.

Tags deste post: , , , , , , ,

Paisagem urbana com livros ao alcance da mão e do bolso

Publicado por em 22/02/2012 | Deixe um comentário

Um dia desses estava caminhando pelo calçadão de Boa Viagem quando me deparei com um orelhão. Gastei um bom tempo me perguntando: alguém ainda usa isso? Até a minha adolescência, a gente matava e morria por um desses, pegava fila no sol para falar com alguém se tivesse fora de casa. Mas hoje celular é mais popular que RG, pessoas de qualquer renda têm pelo menos um pré-pago. Cheguei à conclusão que emergencialmente, no entanto, qualquer pessoa pode precisar e é bom que eles estejam lá. Genial é quando chega um arquiteto inteligente, percebe a oportunidade, e dá uma nova função à cabine eletrônica.

Livraria na cabine telefônica - John Locke

Livraria na cabine telefônica - John Locke

Foi o que John Locke fez com alguns desses espaços em Nova York, criando mini-bibliotecas, um ponto de livre compartilhamento de livros. Pode parar e ler, pode pegar, pode colocar outro. A nobre ideia faz parte de um projeto maior, que tem o intuito de dar novos ares para quase 14 mil cabines da cidade. O melhor é que se você for no site do Locke, de onde tirei essas imagens, vai ver que não tem nada de mirabolante, é uma solução simples e barata. O resto é com a população.

Um pouco mais perto, em São Paulo e no Rio de Janeiro, também temos uma iniciativa louvável juntando as tags livros + espaço urbano: o projeto da empresa 24×7, que vende livros por meio de máquinas instaladas em estações de metrô. A qualquer dia, a qualquer hora, por isso o nome. O mais interessante é que agora as vendas são no melhor estilo pague-o-quanto-quiser!

Como as máquinas só aceitam cédulas, você escolhe entre R$ 2 e R$ 100 por um dos títulos. No Facebook (ainda não curtiu nossa página?), a leitora Carolina Benozzato, de SP, disse que viu muitas e garantiu que funciona (a gente sempre duvida, né?), com opções diversas como culinária, curiosidades, literatura, para todo tipo de leitor.

Vi aqui e aqui.

Tags deste post: , , , , , , , , , , ,

Uma desculpa para viajar (ou as livrarias mais bonitas do mundo)

Publicado por em 6/02/2012 | Deixe um comentário

Livraria El Ateneo, de 1920, em Bueno Aires, Argentina.

Livraria El Ateneo, de 1920, em Bueno Aires, Argentina.

A maior livraria ao ar livre do mundo: Bart’s Books, Ojai, California.

A maior livraria ao ar livre do mundo: Bart’s Books, Ojai, California.

Bookworm é uma livraria de língua inglesa em Beijing, China

Bookworm é uma livraria de língua inglesa em Beijing, China

Verde + livros + café: Cafebreria El Pendulo, Cidade do México, no México.

Verde + livros + café: Cafebreria El Pendulo, Cidade do México, no México.

Um ambiente convidativo para entrar, ficar e abrir um livro é o que uma livraria pode ter de mais digno. Além do básico preços acessíveis e bons títulos, claro. Se esse lugar tem ainda um clima de “deixe a imaginação viajar” quando você começa a ler algumas páginas, torna-se irresistível. Coloque um bom café junto e temos a visão de um paraíso, onde comprar livros é a mais pura consequência.

O Flavorwire fez uma lista de 20 lugares (que parecem) assim no mundo, as mais bonitas livrarias. Peguei quatro fotos das que eu achei especiais entre as especiais, mas vale muito a pena dar uma olhada nas outras 16. De todas, só conheço uma, a Shakespeare & Co, em Paris. Deveria existir um super pacote de viagem com direito a tour por todas essas 20 belezinhas, não acham?

>> ATUALIZAÇÃO 15.12.2015 – Para felicidade geral da nação, também conheci a livraria El Ateneo, em Buenos Aires. E é realmente incrível. Tá aqui a foto no Instagram que não me deixa mentir.

Dica de Tarrask.

Tags deste post: , , , , , , , , , ,

#Publicidade #Mídiassociais e #Livros

Publicado por em 20/01/2012 | Deixe um comentário

Propaganda da Milwaukee Public Library

via neatorama.com

Se todo mundo passa o dia todo hoje no Facebook, Twitter, YouTube, e outras mídias sociais (como eu), então é lá que se devem resgatar os leitores. Deve ter sido mais ou menos esse o raciocinio desses anúncios que tiram uma onda com esses tempos de #LuizaestánoCanadá, da Milwaukee Public Library, em Wisconsin, EUA, e convocam as pessoas a enfiarem a cara nos livros.

Tags deste post: , , , ,
Página 1 de 212