Clássicos resumidos - por John Atkinson
Clássico, diz-se da obra ou do autor que é de estilo impecável e constitui modelo digno de admiração, segundo o Michaelis. Na literatura, o termo se refere a livros que alcançam um status de qualidade com o distanciamento do tempo.

A questão é que na maioria das vezes os livros clássicos têm linguagem arcaica ou são gigantes: Guerra e Paz tem mais de 1.400 páginas, Dom Quixote tem mais de 1.000 e assim por diante. Vamos ser sinceros: se as pessoas em geral pararam de ler até manual e bula de remédio, imagina embarcar nessas verdadeiras odisseias literárias. 

Por isso faz todo o sentido a divisão dos leitores em três campos, como classifica o bored panda (fonte desse post):

  1. Aqueles que leram.
  2. Aqueles que fingem ter lido.
  3. Aqueles que continuam a dizer que eles estão indo para lê-lo, mas nunca o fazem.




Ainda bem que a internet está aí, mais especificamente o cartunista John Atkinson que resolveu resumir os clássicos a um bocadinho de palavras, junto com ilustrações super divertidas. Tenho a ~leve impressão~ de que a ajudinha do ilustrador  não vai safar você de ler os livros, mas pelo menos vai arrancar alguns risinhos.

Se você não ligar pra spoilers, é lógico – se é que dá pra dizer que contar um clássico é spoiler.

Mais clássicos resumidos - por John Atkinson

Fonte: Bored Panda.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tags deste post: , ,

6 Comentários

Join the conversation and post a comment.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *