John Sokol levou bem a sério a premissa de que a obra de um escritor o representa. Tão a sério que passou a fazer retratos dos autores usando palavras de seus livros, formando imagens. O resultado é bem interessante. Mais metalinguagem, impossível. Acima, quatro exemplos, mas no site dele tem vários outros. Na ordem: James Joyce, com Ulysses, Baudelaire e Les Fleurs du Mal, Borges pelo The Secret Miracle e Faulkner, com The Sound and the Fury. Para quem curtiu, Sokol vende os quadros. O artistas ainda é poeta e escultor.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tags deste post: , , , , , ,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *