Desde o Sábado de Zé Pereira, meu Carnaval tem sido um random de três coisas: dormir, comer e ver filmes. O cansaço era grande. Então num desses momentos, revi o filme Beleza Americana (EUA, 1999). Primeiro, queria dizer que tenho MUITA resistência para revisitar obras, seja filme ou livro. Eu sei que é importante, eu sei que a gente vê mensagens que não percebeu antes e entende melhor. Mas é difícil quando ainda tem tanta coisa nova e à disposição para conhecer.

Com a minha memória de peixe, eu só lembrava que tinha gostado demais de Beleza Americana, e recordava da cena das pétalas de rosas vermelhas. Mas dessa vez, duvido que eu esqueça novamente o trecho acima. Ele me lembrou de procurar graça nas coisas simples da vida. Sim, essa dica super clichê, presente em todos os livros de auto-ajuda, que a gente esquece fácil de colocar em prática. Ao me tocar de uma forma que é normalmente mérito da literatura, o filme garantiu seu espaço aqui no blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tags deste post: , ,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *